Whatsapp
 
 
 
Home
Empresa
Banho e Tosa
Creche e Hotel
Veterinário
Galeria
Blog
Contato
ˆ
Pata rosa Pet Black White Pet Guarulhos

Afinal, cachorro sente frio?

País tropical e bonito por natureza, o Brasil não sofre exatamente com invernos rigorosos, principalmente com tantas mudanças climáticas nos últimos anos. Ainda assim, se quando as temperaturas caem, a gente precisa daquela camada de roupa a mais, será que acontece o mesmo com nossos amigos de quatro patas? Afinal, cachorro sente frio?

Quando o assunto é o frio, o corpo do cachorro é muito mais resistente do que o nosso, pois sua pelagem funciona como um isolante térmico tão eficaz quanto uma jaqueta.

A maior parte dos cães, inclusive, suporta melhor o frio severo do que o calor intenso. No entanto, a sensibilidade ao frio varia de um animal para outro: depende da raça, idade, peso, estado de saúde e estilo de vida.

Cachorro sente frio: cachorro escondido embaixo do cobertor.

Raças que sentem mais frio

Raças como Chow Chow, Husky Siberiano, São Bernardo e Terra Nova suportam bem o frio por conta de sua pelagem densa e longa.

Muitos deles apresentam uma dupla pelagem, com um subpelo denso e macio, que protege o corpo das temperaturas mais baixas, e os fios da parte externa, que são longos e normalmente mais ásperos, como é o caso também do Labrador, Collie, Golden Retriever, e do Pastor Alemão.

Já as raças mais sensíveis ao frio são aquelas com pouca gordura, pelos curtos e sem subpelo, além de apresentarem elevada perda de calor, o que acontece com os cães de pequeno porte e de focinho achatado.

É o caso do Chihuahua, Yorkshire, Bulldog Francês, Pug. Em geral, quanto menor o cão e/ou mais curto o seu pelo, maior a perda de calor através da pele e mais rápido ele resfria.

Relação idade versus sensação de frio

Filhotes e cães mais velhos (veja também: Cachorro idoso e seus cuidados) são mais propensos a serem afetados pelo clima frio, pois não conseguem regular sua temperatura corporal com tanta eficiência como os cães adultos, cujo metabolismo é ideal.

Assim, os cães idosos ficam mais propensos a problemas de saúde decorrentes de vento e umidade, como rinite, traqueíte, bronquite ou pneumonia.

Para os cães mais velhos, limite o tempo de caminhada para evitar cansá-los demais quando está frio. Além disso, uma forração macia, como uma cama de cobertores ou toalhas, deve ser providenciada.

O peso influencia?

Um cachorro magro é mais sensível ao frio do que um de peso normal. Com poucas reservas corporais, ele é menos capaz de lutar contra a hipotermia em caso de exposição prolongada ao frio.

Consequentemente, os cães mais gordinhos são mais tolerantes às baixas temperaturas, mas tenha atenção ao sobrepeso, que pode colocar a saúde do animal em risco.

Estilo de vida

Cachorro sente frio: cachorro escondido embaixo do cobertor.

Um cão que mora em uma casa com um jardim e que muitas vezes sai ou passa várias horas ao ar livre terá certamente mais resistência ao frio do que um cachorro que mora em um apartamento.

Ainda assim, os passeios não podem ser suspensos no frio, pois são extremamente importantes, tanto para a saúde do animal como para seu bem-estar. Escolha horários em que a temperatura estiver mais agradável para passear com o pet.

Como proteger os cães do frio?

Gorro, casaquinho, cachecol e meias também valem para nossos amigos? As roupinhas para o frio não são proibidas, mas só devem ser usadas em casos específicos e com bom senso, do contrário, em vez de protegê-los, elas podem colocar o pet em risco.

Cães que definitivamente não precisam de roupa nenhuma: os de pelagem longa e os que estão acima do peso, pois a própria gordura animal já deve deixá-los aquecidos. Se você tentar agasalhá-los, pode acabar causando uma hipertermia, ou seja, um aumento de temperatura corporal além da conta.

As roupinhas estão liberadas para os cães pequenos de pelo curto, mas só se o bichinho estiver realmente sentindo frio e se ele se sentir confortável na roupa. Neste caso, escolha apenas uma peça e cuidado para ela não limitar os movimentos do cão.

Tenha atenção também ao tecido para evitar problemas de pele: algodão e malha macia costumam ser mais indicados. Ainda assim, se o seu amigo ficar incomodado o melhor é não insistir.

Outros cuidados para proteger os cachorros das baixas temperaturas são, além de evitar tosar muito o pelo, espaçar mais os banhos, porque o cão segrega mais sebo, protegendo a pele do frio. Também é importante proteger as patas do cachorro no frio, cheque se as almofadas das patas estão rachadas e use creme protetor para mantê-las saudáveis.

Se o cachorro precisa ficar fora de casa nessa época do ano, tome cuidado redobrado com sua casinha, colocando-a em um lugar mais escondido. Você pode até posicioná-la de frente para a parede, pois isso evita o contato do animal com ventos gelados. Incremente seu habitat com cobertores, paninhos e edredons para que seu pet possa se aquecer.

Como saber se meu cachorro sente frio?

Nem todos os cachorros reagem da mesma maneira ao frio: alguns estremecem, outros se encolhem no canto e alguns se recusam a avançar ou param com frequência durante as caminhadas. O importante é observar as ações do seu pet, pois elas indicam se ele está sendo afetado pela temperatura.

Tremores são as reações mais comuns ao frio. Normalmente isso acontece quando eles saem de casa e são impactados pela temperatura baixa do lado externo. Por causa disso, os passeios devem ser feitos em locais fechados ou então com menor tempo de duração. Agora, se você observar seu pet encolhido em um canto da casa, é muito provável que ele esteja precisando de uma caminha quentinha e um bom cobertor para se aquecer.

Cachorro sente frio: cachorro escondido embaixo do cobertor.

Outro sinal claro de que o animal está sentindo frio é que as orelhas e as patas ficam bem mais frias do que o normal. Mais um indício é quando o cão passa a respirar e se movimentar lentamente, mas isso acontece com menos frequência.

É importante lembrar que o frio seco é mais fácil de suportar do que o frio úmido. Por outro lado, se um vento frio sopra, a perda de calor é mais importante e você tem que encurtar sua caminhada com seu cão.

Cada cachorro reage de uma forma e alguns exigem mais cuidado nessa época do ano, como os filhotes, os idosos e os que apresentam alguma condição física preexistente. Por isso, se você ainda tiver dúvidas sobre o que fazer quando seu cachorro sente frio, consulte um veterinário para que ele possa examiná-lo e possivelmente fazer um check-up. Ele poderá te orientar para precauções especiais neste inverno.

Compartilhe com seus amigos:



Você também vai gostar destas matérias:

A Black White Pet também compartilha informações importantes para você cuidar do seu bichinho com todo o amor que ele merece. Leiam estas matérias e fiquem atentos para identificar rapidamente algum sintoma que o seu Pet possa ter.


Home
Banho e Tosa
Creche e Hotel
Veterinário
Blog
Contato
Logo da Black White Pet

Black White Pet
Rua Santa Izabel, 253 - Vila Augusta - Guarulhos/SP
Fone: 4803-7000 / WhatsApp: 97101-4379
© 2017 | Todos os direitos reservados

Desenvolvimento de Sites: Linking Sites