Whatsapp
 
 
 
Home
Empresa
Banho e Tosa
Creche e Hotel
Veterinário
Galeria
Blog
Contato
ˆ
Pata rosa Pet Black White Pet Guarulhos

Erliquiose: a doença do carrapato

Você conhece a erliquiose? E doença do carrapato, já ouviu falar? Também chamada de erlichiose, é a condição que afeta os pets, mas principalmente cães, em função dos efeitos da infestação provocada por este parasita. Por se limparem constantemente, gatos costumam ter menor incidência da doença.

Erliquiose: a doença do carrapato: cachorro deitado na sua caminha observando.

A erliquiose pode ter graves efeitos na saúde do pet, por isso não é bom ignorar a presença dos carrapatos. O sistema imunológico do seu amigo de quatro patas é diretamente afetado pela condição. Acompanhe e saiba mais sobre a erliquiose.

Como a erliquiose é transmitida?

A erliquiose é uma doença infecciosa transmitida pelo carrapato marrom e provocada por bactérias do tipo Ehrlichia. O carrapato pica um animal infectado e transmite a doença a um segundo animal, saudável, ao picá-lo.

A bactéria cai na corrente sanguínea e ataca as células responsáveis pela defesa do organismo, por isso afeta o sistema imunológico.

A doença não é contagiosa, portanto, não é transmitida como uma gripe, por exemplo.

Assim como pernilongos e pulgas, as estações do ano mais quentes são as mais favoráveis para a reprodução do carrapato, então redobre os cuidados nestes períodos.

Sintomas e diagnóstico da erlichiose, a doença do carrapato

Por afetar diretamente a defesa do organismo, cada animal pode apresentar sintomas diferentes, mas alguns deles são característicos da doença: apatia, fraqueza, emagrecimento, hemorragias, mucosas pálidas, febre e sinais neurológicos.

Os sintomas também podem variar, inclusive de gravidade, de acordo com o período de incubação da doença e se o organismo do pet conseguiu combater aquela infecção ou possui outras comorbidades.

Ao afetar o sistema imunológico, a doença deixa o animal suscetível a contrair e desenvolver outras patologias, uma vez que o organismo está com suas barreiras de defesa debilitadas.

Ao observar estes sintomas em seu cão ou gato, procure um veterinário imediatamente. O diagnóstico é feito somente através de exames clínicos.

Erliquiose: a doença do carrapato: gatinho deitado na sua caminha com os olhos arregalados.

O veterinário levará em conta a mudança de comportamento do animal, além de solicitar exames de sangue e, se preciso, exame de urina.

A doença do carrapato tem cura mesmo em estágios mais avançados, mas, como qualquer outra, quanto antes for detectada, mais chances de sucesso tem o tratamento.

Tratamento contra erliquiose

O tratamento é feito com antibióticos, muitas vezes acompanhados de suplementos vitamínicos para melhorar a imunidade. O veterinário deve recomendar os medicamentos e suplementos, sempre. Nunca medique seu pet por conta própria.

Em alguns casos, pode ser necessário fazer transfusão de sangue. Se seu pet for doador, é importante fazer a testagem com a frequência recomendada, uma vez que as doenças do carrapato também podem ser transmitidas via transfusão.

Erliquiose x babesiose

A babesiose também é conhecida como doença do carrapato, transmitida pelo protozoário do gênero Babesia spp. Este protozoário ataca os glóbulos vermelhos dos animais, provocando anemia severa.

Os sintomas são semelhantes: perda de apetite, palidez, febre, além de mucosas amareladas, perda de peso e depressão. Os sintomas também podem se agravar com o avanço da doença, por isso quanto antes notar as alterações e procurar um veterinário, maiores as chances do seu pet ser curado.

O diagnóstico também pode ser feito por exames de sangue e urina, e o veterinário indicará o melhor tratamento para que seu animal se restabeleça. Estas doenças podem ser tratadas de modos diferentes, uma vez que uma é causada por uma bactéria e outra por um protozoário, então sempre consulte um especialista.

Como prevenir doença do carrapato?

Não é difícil prevenir a erliquiose e outras doenças transmitidas por carrapatos. Confira algumas dicas:

  • Redobre os cuidados nas épocas mais quentes do ano, que é quando eles se reproduzem;
  • Procure pulgas e carrapatos no pet periodicamente, entre os pelos, nas orelhas e patas. Manter a tosa, escovação dos pelos e banhos em dia também ajuda;
  • Atente-se após os passeios, principalmente se passar por lugares com mato, e faça a vistoria completa, como falamos;
  • Converse com o veterinário sobre o uso de pipetas, coleiras e medicamentos que previnem o aparecimento de pulgas e carrapatos, atentando-se sempre para a dose e frequência segura de uso destes medicamentos;
  • Limpe periodicamente o local de convívio do animal, para que você e ele vivam seguros.

Outras doenças transmitidas pelo carrapato

A febre maculosa é outra doença transmitida pelo carrapato-estrela, tendo como sintomas febre, dor muscular e manchas no corpo.

Quando seu pet apresentar qualquer alteração de comportamento, procure um especialista para verificar o que pode estar acontecendo. Estas doenças tem tratamento, incluindo a erliquiose, e todos podem viver seguros e saudáveis.

Compartilhe com seus amigos:



Você também vai gostar destas matérias:

A Black White Pet também compartilha informações importantes para você cuidar do seu bichinho com todo o amor que ele merece. Leiam estas matérias e fiquem atentos para identificar rapidamente algum sintoma que o seu Pet possa ter.


Home
Banho e Tosa
Creche e Hotel
Veterinário
Blog
Contato
Logo da Black White Pet

Black White Pet
Rua Santa Izabel, 253 - Vila Augusta - Guarulhos/SP
Fone: 4803-7000 / WhatsApp: 97101-4379
© 2017 | Todos os direitos reservados

Desenvolvido por Linking Sites