Whatsapp
 
 
 
Home
Empresa
Banho e Tosa
Creche e Hotel
Veterinário
Galeria
Blog
Contato
ˆ
Pata rosa Pet Black White Pet Guarulhos

Gato castrado: o que muda na vida do pet?

Um assunto que costuma causar muitas dúvidas é a castração dos felinos. Existem diversos mitos, que vão desde mudanças de comportamento a ganho de peso. Saiba o que de fato muda na vida de um gato castrado e quais os benefícios para o bichano.

Gato castrado: o que muda na vida do pet: gato sendo avaliado por um veterinário.

Primeiro, é preciso entender o que é a castração e quais seus efeitos. É um procedimento cirúrgico que esteriliza o animal, ou seja, impede sua reprodução, consistindo na remoção dos testículos no caso dos machos, e dos ovários e útero no caso das fêmeas.

O procedimento traz benefícios que vão desde a prevenção de doenças até a mudança de comportamentos agressivos. É rápido e em poucos dias o pet pode voltar a sua rotina normal. Confira!

Gato castrado perde a vontade de sair de casa?

Gatos são animais curiosos e exploradores, e um dos principais mitos sobre a castração é que as escapadas e fugas vão cessar. Isto não é completamente verdade.

Uma das consequências da castração é a diminuição da produção de hormônios sexuais, que estimulam vários comportamentos em função da reprodução, como a fuga para encontrar um parceiro para cruzar.

Com isso, o gato não tem mais a necessidade de sair para se reproduzir e pode ficar mais caseiro. No entanto, se o bichano está acostumado a sair e o faz também para explorar as redondezas, como um hábito, este comportamento pode continuar mesmo após a castração.

O melhor é sempre eliminar todas as rotas de fuga da casa, colocar telas em todas as janelas e no portão, para impedir que o felino fuja e assim continue seguro em seu lar.

Castração de gatos e o ganho de peso

Este também é outro tema que sempre surge, mas nem sempre um gato ganha peso após ser castrado. Isto pode ocorrer pela mesma razão que o faz se tornar mais caseiro, como vimos anteriormente.

Após a castração, o bichano tem menos estímulos para sair: não precisa procurar um parceiro e nem marcar território em função disso. Como consequência, ele pode se tornar menos ativo e ganhar peso.

No entanto, lembre-se que gatos são exploradores e a maioria deles gosta de brincar.

Continue estimulando brincadeiras, atividades e a curiosidade do seu felino, espalhe brinquedos pela casa, locais onde ele possa se esconder, rampas e prateleiras mais altas para escalar, com segurança sempre!

Além de ser um ótimo exercício para o felino, pode ser um momento para vocês interagirem e estreitarem os laços.

Ofereça também ração adequada de acordo com as fases da vida do gato, e peça orientação a um veterinário de confiança.

Ração para gatos castrados contêm menos gordura e auxiliam no funcionamento do organismo. O ganho excessivo de peso é prejudicial aos felinos, atente-se a isso.

Tranquilidade pós-castração

Os gatos, assim como todos os animais, procuram parceiros para procriar e reproduzem uma série de comportamentos durante essa busca, sendo alguns deles até considerados agressivos.

Gato castrado: o que muda na vida do pet: gato lambendo a sua patinha.

Na busca por uma parceira, os machos demonstram comportamentos como a marcação de território, fazendo xixi em diversos locais para isso, além de poderem brigar com outros gatos e tentarem sair de casa constantemente.

Já as fêmeas podem ficar mais irritadas e miar com mais frequência.

Sem os estímulos hormonais, os animais acabam por não sentir a necessidade de reproduzir estes comportamentos, podendo ficar menos agressivos e mais tranquilos.

Aumento da expectativa de vida

A castração também pode contribuir para a saúde dos felinos. Com a cessão dos passeios e interação com outros gatos, ele corre menor risco de adquirir doenças contagiosas ou sofrer algum acidente.

Além disso, previne doenças do sistema reprodutor, como câncer nos testículos, câncer de próstata e infecções no órgão genital no caso dos machos e infecção no útero, câncer de mama e câncer nos órgãos genitais no caso das fêmeas.

No caso das fêmeas, a castração é recomendada após o primeiro cio, e no caso dos machos a partir do sexto mês de vida, porém sempre consulte um veterinário, pois cada pet tem sua particularidade.

Algumas pessoas acreditam que é necessário deixar o gato procriar ao menos uma vez, e que isso contribui para a saúde do felino. No entanto, isso é apenas um mito.

Gatos castrados também diminuem a população de animais abandonados, é um ato de responsabilidade.

O mais indicado é sempre procurar um profissional de confiança para realizar o procedimento e verificar se seu gato pode passar por ele.

Um gato castrado pode apresentar diversas mudanças positivas em relação ao seu comportamento, além de ter melhor qualidade de vida.

Compartilhe com seus amigos:



Você também vai gostar destas matérias:

A Black White Pet também compartilha informações importantes para você cuidar do seu bichinho com todo o amor que ele merece. Leiam estas matérias e fiquem atentos para identificar rapidamente algum sintoma que o seu Pet possa ter.


Categorias de assuntos



RAÇAS FELINAS
Home
Banho e Tosa
Creche e Hotel
Veterinário
Blog
Contato
Logo da Black White Pet

Black White Pet
Rua Santa Izabel, 253 - Vila Augusta - Guarulhos/SP
Fone: 4803-7000 / WhatsApp: 97101-4379
© 2017 | Todos os direitos reservados

Desenvolvido por Linking Sites