Whatsapp
 
 
 
Home
Empresa
Banho e Tosa
Creche e Hotel
Veterinário
Galeria
Blog
Contato
ˆ
Pata rosa Pet Black White Pet Guarulhos

O que é megaesôfago canino?

O megaesôfago canino é o termo dado à dilatação e perda de mobilidade do esôfago, dificultando a ingestão de alimentos e líquidos, o que tem uma série de consequências para os pets. A condição pode afetar tanto cães quanto gatos, mas é mais comum nos cachorros.

O esôfago tem a função de transportar os alimentos e líquidos ingeridos até o estômago, por meio dos movimentos peristálticos, que são movimentos de contração automáticos. O megaesôfago faz com que estas contrações parem de acontecer parcialmente ou totalmente.

O que é megaesôfago canino: filhote da raça Schnauzer deitado na sua caminha observando.

Este problema é grave e exige cuidados especiais com os cães acometidos por ele. Saiba como reconhecer a doença, quais os sintomas e o tratamento recomendado.

Sintomas do megaesôfago canino

Como você já sabe, os cães com o esôfago aumentado tem os movimentos peristálticos dificultados ou paralisados totalmente. Isso faz com que o alimento não chegue no estômago, o cão regurgite e, consequentemente, perca bastante peso.

A regurgitação se difere do vômito pois ocorre por força da gravidade, podendo ocorrer via boca e nariz. Já o vômito expele o que está no estômago e requer o trabalho de vários músculos.

Outros sintomas são dor ao deglutir, dificuldades para engolir, salivação excessiva, tosse e perda de apetite. Observe também se o seu cãozinho está torcendo a cabeça ou o pescoço na tentativa de engolir o que está sendo ingerido, ou até mesmo se parou de comer diante da dificuldade.

É fundamental consultar um veterinário ao perceber os sintomas para que o animal não fique desnutrido e seu crescimento e desenvolvimento não sejam comprometidos.

A lesão é mais comum nas raças Dogue Alemão, Pastor Alemão, Schnauzer, Golden Retriever e Setter Irlandês. Ela pode ser uma doença congênita (o animal nasce com ela), pode ser adquirida no decorrer da vida do pet ou pode surgir como decorrência de outras enfermidades.

O que é megaesôfago canino: cachorro Schnauzer branco deitado no chão.

Outras doenças que podem provocar o aumento do tamanho do esôfago são: doenças neuromusculares, tumor no esôfago, presença de corpo estranho ou infecção do órgão.

Além da perda de peso e falta de crescimento do cão, a condição pode provocar pneumonia por aspiração. Ou seja, o alimento ou líquido regurgitado é aspirado diretamente para os pulmões. Um dos sintomas da pneumonia é a febre e, neste caso, o tratamento é realizado com antibióticos.

Ao perceber os sintomas, procure imediatamente uma clínica veterinária para realizar o diagnóstico.

Diagnóstico do megaesôfago canino

O aumento de tamanho do esôfago pode ser notado por palpação ou exames como radiografia e endoscopia. O veterinário pode pedir também exames de sangue e urina. Todos os testes servem para eliminar a hipótese de outras doenças.

Além disso, é possível observar pelo material regurgitado se realmente o animal está regurgitando ou vomitando. Isto também ajuda o especialista a descartar outros tipos de doenças do sistema digestivo.

Ainda não há causa comprovada para os casos congênitos da doença, e somente um veterinário pode fazer o diagnóstico e recomendar tratamento.

Tratamento de megaesôfago canino

Não existe um remédio que trate o megaesôfago, no entanto, alguns casos são resolvidos com cirurgia pode resolver o problema, enquanto outros requerem adaptações na rotina do seu cão e cuidados extras. Felizmente, mesmo para aqueles casos que não tem cura, os cães podem viver com boa qualidade vida e por um longo tempo.

Caso seu animal esteja com algum corpo estranho no esôfago, como um brinquedo, tecido cicatricial, ou tumor, o veterinário avaliará a possibilidade de remoção, que deve diminuir a dilatação do órgão.

Os casos congênitos ainda não tem cura. Nestas condições, o recomendado é seguir uma dieta a base de alimentos pastosos e líquidos, facilitando a ingestão. Além disso, recomenda-se também alimentar o cão numa posição em que a cabeça fique mais elevada do que o rabo.

É possível fazer isso deixando o comedouro em uma espécie de escada, fazendo com que o cão tenha que subir um degrau e elevar a cabeça para comer. Existe também um tipo de cadeira especial, onde o cão fica em pé para fazer as refeições. Assim, a gravidade exercerá sua função e ajudará o alimento a chegar até o estômago.

Mas, lembre-se sempre: apenas um médico veterinário pode indicar as reais necessidades e o melhor tratamento para cada caso.

O megaesôfago canino é uma condição grave, mas que se diagnosticada corretamente permite que o cão receba todo o tratamento que necessita, garantindo seu pleno desenvolvimento e uma vida feliz ao lado de seus tutores.

Compartilhe com seus amigos:



Você também vai gostar destas matérias:

A Black White Pet também compartilha informações importantes para você cuidar do seu bichinho com todo o amor que ele merece. Leiam estas matérias e fiquem atentos para identificar rapidamente algum sintoma que o seu Pet possa ter.


Home
Banho e Tosa
Creche e Hotel
Veterinário
Blog
Contato
Logo da Black White Pet

Black White Pet
Rua Santa Izabel, 253 - Vila Augusta - Guarulhos/SP
Fone: 4803-7000 / WhatsApp: 97101-4379
© 2017 | Todos os direitos reservados

Desenvolvido por Linking Sites